América

Tempestade Nate deixa 22 mortos na América Central e segue para os EUA

Fortes ventos, chuvas e deslizamentos deixam também milhares de desabrigados. À medida que se dirige aos Estados Unidos, tempestade tropical ganha força e pode se transformar em furacão.

default

Em San José, capital da Costa Rica, homem observa residências destruídas pela tempestade tropical Nate

Ao menos 22 pessoas morreram devido à passagem da tempestade tropical Nate, que tem provocado chuvas torrenciais na América Central, afirmaram autoridades locais nesta sexta-feira (06/10). Milhares de pessoas ficaram desalojadas em vários países após a passagem da tempestade, que seguiu em direção ao estado americano da Louisiana.

Previsões indicam que Nate pode se transformar num furacão de categoria 1 – a escala de furacões de Saffir-Simpson vai de 1 a 5 – e deve atingir a Península de Iucatã nesta sexta-feira e os Estados Unidos no próximo domingo, depois de assolar Costa Rica, Nicarágua, Honduras e El Salvador.

O olho do ciclone já deixou para trás a América Central, mas meteorologistas preveem que as chuvas acumuladas trazidas por Nate alcancem os 381 milímetros nos próximos dias no sul de Honduras e no oeste da Nicarágua, e até 203 milímetros no leste de El Salvador e no norte e no centro de Honduras.

San Jose, na Costa Rica

Rio transbordou em San Jose, na Costa Rica, depois da passagem da tempestade tropical

Ao leste da Península de Iucatã e a oeste de Cuba as chuvas também podem chegar a 203 milímetros, enquanto que no litoral americano do Golfo do México poderia alcançar até 304 milímetros.

Na Nicarágua há ao menos 11 mortos, sete desaparecidos e milhares de deslocados depois da passagem de Nate. Na Costa Rica são ao menos oito mortos, incluindo duas crianças, 17 desaparecidos e mais de sete mil pessoas precisando de refúgio. Autoridades declararam estado de emergência.

Em Honduras, dois jovens se afogaram numa ondulação repentina num rio. Em El Salvador, um homem morreu num deslizamento de terra. Outra pessoa está desaparecida.

O Centro Nacional de Furacões (NHC) dos EUA emitiu um alerta de furacão para cidades localizadas entre Morgan City, na Louisiana, e a divisa entre os estados de Mississippi e Alabama, incluindo a área metropolitana de Nova Orleans, o Lago Pontchartrain e o Lago Maurepas.

Segundo o último boletim do NHC, a tempestade Nate se deslocava a 22 quilômetros por hora para o norte-nordeste com ventos máximos constantes de 75 quilômetros por hora.

O governador de Louisiana, John Bel Edwards, declarou estado de emergência, em antecipação à chegada da tempestade tropical, e as autoridades ordenaram a evacuação de áreas costeiras. Edwards adiantou que 1.300 militares da Guarda Nacional estão sendo mobilizados e alertou que a população se prepare para fortes chuvas e ventos. Em Nova Orleans, as autoridades informaram que seis plataformas petrolíferas foram evacuadas no Golfo do México. 

Residentes da Flórida e do Texas receberam avisos para estarem preparados para eventualidades. "A ameaça do impacto está aumentando, então as pessoas ao longo do norte da costa do Golfo devem estar atentas a isso", afirmou o NHC.

PV/efe/lusa/dw

Leia mais

Albanian Shqip

Amharic አማርኛ

Arabic العربية

Bengali বাংলা

Bosnian B/H/S

Bulgarian Български

Chinese (Simplified) 简

Chinese (Traditional) 繁

Croatian Hrvatski

Dari دری

English English

French Français

German Deutsch

Greek Ελληνικά

Hausa Hausa

Hindi हिन्दी

Indonesian Bahasa Indonesia

Kiswahili Kiswahili

Macedonian Македонски

Pashto پښتو

Persian فارسی

Polish Polski

Portuguese Português para África

Portuguese Português do Brasil

Romanian Română

Russian Русский

Serbian Српски/Srpski

Spanish Español

Turkish Türkçe

Ukrainian Українська

Urdu اردو