Ajuda humanitária ainda chega a conta-gotas a Búzi

Ao vivo agora
01:59 min
Distrito de Búzi, na província moçambicana de Sofala, foi um dos mais atingidos pelo ciclone Idai e ficou isolado durante muitos dias. Quase um mês depois, continua a ser difícil chegar a Búzi. "Éramos 12 numa árvore e as crianças caíam devido à fome", conta um sobrevivente em Bandua, onde o PAM tenta assegurar uma distribuição transparente dos bens.