Mais de mil angolanos só votaram este sábado

CNE não conseguiu realizar a votação em municípios de quatro províncias, no dia 23 de agosto. Mas, segundo a porta-voz Júlia Ferreira, isto não altera os resultados provisórios já divulgados.

Mais de 1,4 mil eleitores angolanos de quatro províncias foram este sábado (26.08) às urnas, em 18 assembleias de voto, depois de, por avaria de meios aéreos e face ao mau tempo, não terem votado na última quarta-feira, nas eleições gerais.

De acordo com a porta-voz da Comissão Nacional Eleitoral (CNE) de Angola, Júlia Ferreira, em causa estavam os eleitores em nove assembleias de voto no Moxico, cinco na Lunda Norte e uma em Benguela, num total de 15 assembleias de voto e 1,3 mil eleitores.

A estas, identificadas na quarta-feira como impossibilitadas de abrirem as assembleias de voto para as eleições gerais, juntaram-se depois três assembleias de voto em locais de "muito difícil acesso", em dois municípios da província de Malanje, num total de 120 eleitores.

"Por isso é que só estamos a usar meios aéreos. Houve algumas dificuldades de aterragem, mas felizmente hoje fomos bem-sucedidos, conseguimos depois de várias tentativas. Pese embora não seja um número muito elevado de eleitores, mas nós preferimos mesmo fazer este esforço para não comprometermos a observação do princípio da universalidade", explicou.

No dia 23 de agosto, data agendada para a realização das eleições gerais angolanas, o mau tempo e a avaria de meios aéreos impediram a organização das assembleias de voto em causa, pelo que os delegados de lista foram notificados para a realização da votação nas localidades apenas no sábado, 26 de agosto.

Resultados provisórios são os mesmos

Segundo Júlia Ferreira, a retoma do processo eleitoral nestas localidades não constitui impeditivo para a divulgação dos resultados provisórios, que arrancou na quinta-feira.

Os últimos dados provisórios da CNE - fortemente contestados pelos partidos da oposição, que têm o seu escrutínio paralelo - apontam para a vitória ao MPLA, com 61% dos votos e a eleição de João Lourenço para Presidente da República.

Na tarde deste sábado, o líder do princpial partido da oposição, Isaías Samakuva, disse que a União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA) não reconhece esses resultados, acrescentando que uma contagem paralela está a ser feita com base nas atas das mesas de voto.

Angola: Resultados por províncias

Total nacional: Vitória do MPLA

O MPLA vence as eleições gerais em Angola com 61,05% do total de votos e João Lourenço é eleito Presidente da República, segundo a CNE, numa altura em que estão apurados quase 99% dos votos. A UNITA obteve 26,72%, CASA-CE 9,49%, PRS 1,33%, FNLA 0,91% e APN 0,50%. Foram eleitos 150 deputados do MPLA, 51 da UNITA, 16 da CASA-CE, 2 do PRS e 1 da FNLA.

Angola: Resultados por províncias

Bengo

MPLA 66,92%; UNITA 24,67%; CASA-CE 5,6o%; FNLA 1,24%; PRS 0,94%; APN 0,62%. O MPLA elege quatro deputados e a UNITA apenas um. (Foto: assembleia de voto em Luanda)

Angola: Resultados por províncias

Benguela

MPLA 61,51%; UNITA 27,60%; CASA-CE 8,95%; PRS 0,90%; FNLA 0,62%; APN 0,42%. O MPLA elege quatro deputados e a UNITA apenas um. (Foto: ato de massas da CASA-CE em Benguela)

Angola: Resultados por províncias

Bié

MPLA 57,44%; UNITA 38,26%; CASA-CE 1,79%; PRS 1,05%; FNLA 0,86%; APN 0,61%. O MPLA elege três deputados e a UNITA dois. (Foto: ato de campanha do PRS no Cuito)

Angola: Resultados por províncias

Cabinda

É a província que apresenta os resultados mais equilibrados, com os dois principais partidos da oposição a terem mais votos juntos do que o partido que sem mantém no poder. MPLA 39,75%; CASA-CE 29,33%; UNITA 28,18%; PRS 1,05%; FNLA 0,90%; APN 0,78%. O MPLA e a CASA-CE elegem dois deputados cada e a UNITA apenas um.

Angola: Resultados por províncias

Cuando Cubango

MPLA 73,20%; UNITA 21,53%; CASA-CE 2,87%; PRS 1,13%; FNLA 0,85%; APN 0,42%. O MPLA elege quatro deputados e a UNITA apenas um. (Foto: assembleia de voto em Luanda)

Angola: Resultados por províncias

Cuanza-Norte

Aqui a CASA-CE surge na frente da UNITA: MPLA 77,59%; CASA-CE 10,48%; UNITA 7,91%; FNLA 1,89%; PRS 1,56%; APN 0,57%. O MPLA elege cinco deputados. (Foto: assembleia de voto em Luanda)

Angola: Resultados por províncias

Cuanza-Sul

MPLA 76,46%; UNITA 14,70%; CASA-CE 5,97%; PRS 1,23%; FNLA 1,11%; APN 0,53%. O MPLA elege cinco deputados.

Angola: Resultados por províncias

Cunene

MPLA 89,12%; UNITA 5,41%; CASA-CE 3,78%; PRS 0,81%; FNLA 0,57%; APN 0,30%. O MPLA elege cinco deputados. (Foto: Luanda, eleições 2012)

Angola: Resultados por províncias

Huambo

MPLA 58,19%; UNITA 35,90%; CASA-CE 3,42%; PRS 1,21%; FNLA 0,77%; APN 0,50%. O MPLA elege três deputados e a UNITA dois. (Foto: registo eleitoral no Huambo, em março)

Angola: Resultados por províncias

Huíla

MPLA 76,56%; UNITA 12,39%; CASA-CE 8,38%; PRS 1,24%; FNLA 0,95%; APN 0,47%. O MPLA elege cinco deputados. (Foto: João Lourenço durante a campanha no Lubango)

Angola: Resultados por províncias

Luanda

Na província de Luanda, o partido no poder e o maior da oposição estão próximos. MPLA 48,17%; UNITA 35,44%; CASA-CE 14,64%; FNLA 0,76%; PRS 0,60%; APN 0,38%. O MPLA elege três deputados e a UNITA dois.

Angola: Resultados por províncias

Lunda-Norte

Nesta província, a CASA-CE, o segundo maior partido da oposição, aparece em quarto lugar na votação. MPLA 66,66%; UNITA 22,93%; PRS 5,14%; CASA-CE 3,44%; FNLA 1,05%; APN 0,77%. O MPLA elege quatro deputados e a UNITA apenas um. (Foto: assembleia de voto em Luanda)

Angola: Resultados por províncias

Lunda-Sul

Aqui o partido no poder vence com um diferença de menos de 5%. E a CASA-CE também aparece no quarto lugar, depois do PRS. MPLA 45,96%; UNITA 41,06%; PRS 9,62%; CASA-CE 2,11%; FNLA 0,79%; APN 0,47%. O MPLA elege três deputados e a UNITA dois. (Foto: centro de Saurimo)

Angola: Resultados por províncias

Malanje

MPLA 76,53%; UNITA 10,78%; CASA-CE 8,88%; PRS 1,95%; FNLA 1,28%; APN 0,58%. O MPLA elege cinco deputados. (Foto: barragem hidroelétrica de Capanda)

Angola: Resultados por províncias

Moxico

Aqui, mais uma vez, o PRS aparece em terceiro lugar, seguido pela CASA-CE em quarto. MPLA 74,48%; UNITA 18,90%; PRS 2,78%; CASA-CE 2,73%; FNLA 0,73%; APN 0,39%. O MPLA elege quatro deputados e a UNITA apenas um. (Foto: assembleia de voto em Luanda)

Angola: Resultados por províncias

Namibe

No Namibe, a CASA-CE surge em segundo lugar na votação, mas o partido no poder tem maioria absoluta dos votos. MPLA 76,48%; CASA-CE 15,61%; UNITA 5,56%; PRS 1,07%; FNLA 0,73%; APN 0,54%. O MPLA elege quatro deputados e a CASA-CE um. (Foto: pavilhão multiuso do Namibe)

Angola: Resultados por províncias

Uíge

MPLA 71,36%; UNITA 18,55%; CASA-CE 6,19%; FNLA 1,62%; PRS 1,50%; APN 0,78%. O MPLA elege quatro deputados e a UNITA um. (Foto: assembleia de voto em Luanda)

Angola: Resultados por províncias

Zaire

MPLA 51,31%; UNITA 26,67%; CASA-CE 18,12%; FNLA 1,73%; PRS 1,21%; APN 0,96%. O MPLA elege três deputados, a UNITA e a CASA-CE apenas um. (Foto: oleodutos da Sonnagol na província do Zaire)