A luta diária pelo ouro

O tesouro

Nos solos de Mara Norte, no noroeste da Tanzânia, ainda repousam 3,8 milhões de onças de ouro. A mina de ouro que aqui se encontra é uma das seis existentes em todo o país. É operada desde 2006 pela African Barrick Gold, uma subsidiária da Barrick Gold, a maior empresa de ouro do mundo.

A luta diária pelo ouro

A mina de ouro

"Gokona" é uma das três minas a céu aberto de Mara Norte. Todos os dias são retiradas pedras de ouro dos solos. O material de primeira contém quatro a cinco gramas de ouro por tonelada. Em cerca de dez anos, no entanto, calcula-se que as reservas aqui estarão esgotadas.

A luta diária pelo ouro

A esperança de arranjar emprego

A mina da African Barrick Gold é o maior empregador em toda a região de Mara Norte. Mais de 2.000 pessoas estão diretamente empregadas ou trabalham como fornecedores de serviços externos para a multinacional. No entanto, a maioria das pessoas da região não tem emprego.

A luta diária pelo ouro

Muro de proteção

Uma cerca de arame farpado protege a mina de saqueadores, que muitas vezes conseguem fazer buracos na cerca. Por essa razão, a mina é vigiada por seguranças particulares e também por polícias tanzanianos. Constantemente há confrontos, mortos e feridos.

A luta diária pelo ouro

Os "invasores"

Muitas vezes, são às centenas os "intruders" – ou "invasores" – como eles próprios se denominam. De manhã, à tarde e à noite, invadem a mina em busca de pedras que contêm pequenas quantidades de ouro e que podem vender a intermediários para obter algum dinheiro.

A luta diária pelo ouro

A corrida ao ouro

“Só levamos o que sobra”, diz Jumanne. “Mas a polícia expulsa-nos, persegue-nos nas nossas próprias aldeias”, conta. Tal como muitos outros “invasores” de minas, Jumanne defende que a multinacional devia deixar os montes de cascalho para os habitantes da aldeia.

A luta diária pelo ouro

A garimpeira

O cascalho é lavado pelos “invasores”, que procuram encontrar vestígios de ouro. É um trabalho difícil, sobretudo para as mulheres. Passam horas a procurar nos montes de cascalho, mas a maioria parte de mãos vazias. Por mês, esta garimpeira ganha 20.000 xelins tanzanianos (cerca de dez euros).

A luta diária pelo ouro

Uma região esquecida

A região de Mara Norte é uma das mais pobres e menos desenvolvidas da Tanzânia. Durante muito tempo, os habitantes das sete aldeias nos arredores da mina extraíam eles mesmos o ouro. O cenário mudou com a chegada das multinacionais, no fim da década de 90. Hoje, a pecuária e a agricultura dão pouco dinheiro.

A luta diária pelo ouro

Os desiludidos

“Por nós, a mina não tem feito nada”, dizem estes moradores de Kewanja. Eles não têm água corrente nem eletricidade. Aqui, uma família com mais de 20 membros vive com 300.000 xelins por mês (cerca de 140 euros).

A luta diária pelo ouro

Um filho perdido

“A mina levou-me tudo”, conta Gati Marembera Mwita. No dia 6 de novembro de 2012, um polícia disparou contra o seu filho. “Dezenas de invasores, sobretudo homens jovens com armas tradicionais, invadiram a mina”, lê-se numa notícia. “O meu filho não era um invasor”, diz o pai. “Ele estava, por mero acaso, ali perto, a cuidar das ovelhas e das cabras.”

A luta diária pelo ouro

Os rendimentos

Pedras - pó - ouro. Os habitantes da aldeia especializaram-se nas diversas fases de produção. Todas elas são perigosas. No final, o pó que contém ouro é misturado com mercúrio altamente tóxico para ligar o metal precioso. Um grama vale cerca de 42 mil xelins tanzanianos (cerca de 20 euros).

Albanian Shqip

Amharic አማርኛ

Arabic العربية

Bengali বাংলা

Bosnian B/H/S

Bulgarian Български

Chinese (Simplified) 简

Chinese (Traditional) 繁

Croatian Hrvatski

Dari دری

English English

French Français

German Deutsch

Greek Ελληνικά

Hausa Hausa

Hindi हिन्दी

Indonesian Indonesia

Kiswahili Kiswahili

Macedonian Македонски

Pashto پښتو

Persian فارسی

Polish Polski

Portuguese Português para África

Portuguese Português do Brasil

Romanian Română

Russian Русский

Serbian Српски/Srpski

Spanish Español

Turkish Türkçe

Ukrainian Українська

Urdu اردو