Os 77 por cento – em busca do futuro

77% dos africanos têm menos de 35 anos. Num novo projeto - nas redes sociais, rádio e televisão - a DW dá voz às histórias, sonhos e desafios dos jovens africanos.

77% da população da África subsaariana tem menos de 35 anos de idade, segundo o Banco Mundial. São jovens que frequentam a escola, estudam na universidade e procuram emprego. Sonham um dia ter uma família e assumir responsabilidades. Eles usam redes sociais como Facebook, WhatsApp e Instagram para trocar ideias e chegaram à conclusão que, apesar de serem a maioria, não têm voz: "Ninguém dá ouvidos às nossas preocupações e medos. Os nossos políticos não nos levam a sério".

Na maioria dos casos, os jovens são governados pelos mais velhos. No Zimbabué, por exemplo, até há pouco tempo, a cadeira mais importante do país era ocupada por Robert Mugabe, de 93 anos. Para os jovens, Mugabe deixou de os representar. A juventude africana está cheia de energia e de ideias. Trata-se de uma geração dinâmica, mas com pouquíssimas perspectivas. Será que os políticos fazem o suficiente por esses eleitores?

Alguns preferem deixar a sua terra natal em busca da realização dos seus sonhos na Europa ou África do Sul, muitas vezes arriscando a própria vida ao optar por rotas irregulares. A DW tem abordado as preocupações e esperanças desses jovens nas redes sociais. Em Abidjan, Accra, Bamako, Banjul, Conacri, Dakar, Jos e Niamey, a DW e canais de televisão parceiros discutiram abertamente o tema migração com jovens e políticos. Encontros que deixaram ainda mais perceptível o quão controverso é o tema entre esses dois grupos. A necessidade de os jovens falarem sobre o tema e de mostrarem às autoridades a responsabilidade que têm para com a população mais jovem tornou-se ainda mais visível.

A iniciativa "Os 77 por cento – Em busca do futuro" deverá ser um espaço para a troca de informações, seja nas redes sociais com a hashtag #the77percent, na rádio ou na televisão.

#The77percent

O projeto "Os 77 por cento – em busca do futuro" quer informar e ajudar, sem esquecer o entretenimento. O conteúdo da plataforma é da responsabilidade dos próprios jovens.

Aqui, vão encontrar dicas para procurar emprego ou como abrir o próprio negócio, além de terem acesso a ideias de outros países ou questionar políticos. A DW também vai publicar cartoons satíricos. Trata-se de uma plataforma para aqueles que são a maioria em África.

Muitos conhecem a DW apenas pelos seus programas de rádio, que os avós desses jovens tantas vezes ouviram. Quase 40 milhões de africanos ouvem aos programas da DW todas as semanas. Mais de 4 milhões seguem-nos no Facebook. E o nosso princípio de base não mudou. Ainda ouvimos todos os lados de uma história e informamos os nossos leitores e ouvintes da maneira mais imparcial possível. "Os 77 por cento – em busca do futuro" é a plataforma para ouvir e dar voz à maioria africana.

Participe! 

Sociedade

Jovem e energética

São 770 milhões de pessoas com menos de 35 anos na África subsaariana - 77% da população. Uma geração de jovens confiantes e dinâmicos que podem moldar o futuro de África. Mas muitos não vêem oportunidades nos seus países e sonham com a Europa. Muitos dos africanos que arriscam as suas vidas para atravessar o Mar Mediterrâneo são parte desses 77%.

Sociedade

Muitos mas sub-representados

Embora representem um terço da população, os jovens muitas vezes não têm voz nas decisões políticas. População jovem, governantes velhos. Presidentes com longos mandatos, como Paul Biya (84 anos), nos Camarões, Yoweni Museveni (79 anos), no Uganda, e Alpha Conde (79 anos), na Guiné, são uma realidade no continente. Muitos jovens não se sentem representados por esses governantes.

Sociedade

Com opinião política

Muitos jovens africanos estão politicamente envolvidos, manifestando-se contra injustiças, corrupção e fraude. Podem ser uma pedra no sapato para muitos políticos. A voz dos jovens ouve-se cada vez mais. E esse é o objetivo do projeto multimédia "Os 77 por cento": proporcionar uma plataforma para jovens africanos.

Sociedade

Uma plataforma de debate

Faz parte do projeto "Os 77 por cento – em busca do futuro" um segmento dos "social media" designado "What Else?" (por agora, somente em inglês) que pretende dar a conhecer histórias de africanos que não fazem manchete. A DW abre as plataformas sociais para os 77 por cento. Junte-se ao debate e partilhe histórias. Serão contadas na televisão, rádio e "social media".

Sociedade

Temas controversos

O projeto pretende debater temas em destaque em África. O objetivo é abordar tópicos controversos e quebrar tabus. Junte-se a Edith Kimani, que traz histórias e opiniões do continente, siga-a pelas metrópoles e conheça as novas tendências de África.

Sociedade

Sátira política

A sátira é uma das formas de abordar temas mais difíceis. Não há assunto que não seja alvo de sátira por parte do trio do Zimbabué "Zambezi News". Nem mesmo o ex-Presidente Robert Mugabe poderia calar os humoristas, que promovem a liberdade de expressão.

Sociedade

Fontes de inspiração

África é mais do que pobreza e violência. O projeto "Os 77 por cento" dá a conhecer pessoas que fazem a diferença. Já ouviu falar da primeira mulher piloto do Zimbabué ou do primeiro biólogo que desenvolve culturas resistentes à seca? "O 77 por cento" dá a conhecer este tipo de histórias que nem sempre têm espaço nos media convencionais e dá continuidade ao projeto "Africa on the Move".

Sociedade

Regresso à História de África

Aulas de história pouco estimulantes fazem parte do passado. O projeto "African Roots" ou "Raízes Africanas" revisita a História de forma dinâmica e criativa. Combatentes pela independência ou figuras proeminentes da História como Nzinga Mbande, Kwame Nkrumah e Patrice Lumumba voltam a ter vida através do trabalho de animação de artistas nigerianos.

Sociedade

Participe!

Estamos à espera das suas contribuições. Regularmente publicamos vídeos com o hastag #the77percent no Facebook da DW África com perguntas. Participe nos debates!

Conteúdo relacionado

Assuntos relacionados