Presidente de Angola faz mudanças em 13 embaixadas

João Lourenço anunciou quarta-feira uma movimentação diplomática em 13 países, entre eles Alemanha, Brasil, Guiné Equatorial e EUA, exonerando ainda o embaixador em Itália, revela uma nota de imprensa da Casa Civil.

Segundo a nota, além dos que se encontravam em Brasília, Malabo, Washington e Roma, João Lourenço exonerou os chefes de missão no Coreia do Sul, Emirados Árabes Unidos, Israel, Alemanha, Holanda, Zimbabué, Vietname, Zâmbia e Namíbia.

No documento, o Presidente de Angola exonerou também o embaixador em Roma, Florêncio Mariano da Conceição e Almeida, sem que tenha, neste despacho, indicado qualquer substituto.

Ao vivo agora
03:38 min
Angola | 09.04.2019

Ministro angolano da Energia e Águas na Alemanha em busca ...

Nos dois Estados-membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), Nelson Manuel Cosme deixa o Brasil, para onde é nomeado Florêncio Mariano da Conceição e Almeida, enquanto Gilberto Buta Lutucuta cessa funções na Guiné Equatorial, sendo colocado António Manuel Luvualu de Carvalho.

Nos Estados Unidos da América (EUA) sai Agostinho Tavares da Silva Neto e entra Joaquim do Espírito Santo, enquanto nos países europeus, na Alemanha sai Alberto Correia Neto e entra Balbina Malheiros Dias da Silva, enquanto que na Holanda cessa funções Aberto do Carmo Bento Ribeiro, entrando Maria Isabel Gomes Godinho de Resende Encoge.

Movimentações na Ásia, Médio Oriente e África

Na Ásia, nomeadamente na Coreia do Sul, Albino Malungo deixa o posto, sendo substituído por Edgar Augusto Brandão Gaspar Martins, enquanto no Vietname sai João Manuel Bernardo, entrando para o seu lugar Agostinho André de Carvalho Fernandes

No quadro das movimentações diplomáticas, incluídas no âmbito das suas competências, João Lourenço alterou também dois embaixadores na zona do Médio Oriente e do Golfo Pérsico - em Israel (sai Feliciano António dos Santos e entra Osvaldo dos Santos Varela) e nos Emirados Árabes Unidos (Albino Malungo, que sai da Coreia do Sul para ocupar o cargo de José Andrade de Lemos).

As alterações no corpo diplomático angolano são cinco no continente africano. Além da Guiné Equatorial, João Lourenço mudou os chefes de missão diplomática nos países vizinhos: na Namíbia sai Manuel Alexandre Duarte Rodrigues e entra Jovelina Alfredo António Imperial da Costa, na Zâmbia sai Balbina Malheiros Dias da Silva (colocada na Alemanha) e entra Azevedo Xavier Francisco, e no Zimbabué sai Pedro Hendrik Vaal Neto para entrar Agostinho Tavares da Silva Neto (vindo de Washington).

João Lourenço: Viagem de negócios à Alemanha

À procura de parcerias

O Presidente angolano, João Lourenço, veio à Alemanha numa visita oficial de dois dias e foi recebido com honras militares pela chanceler Angela Merkel. O chefe de Estado veio sobretudo à procura de atrair investidores para diversificar a economia, mas também com o intuito de comprar embarcações de guerra, e a Alemanha deu sinais de abertura.

João Lourenço: Viagem de negócios à Alemanha

Embarcações de guerra

O Presidente angolano disse, no primeiro dia da visita, quarta-feira (22.08), que estava interessado no "fornecimento de embarcações de guerra" e "outros meios eletrónicos" para a marinha angolana. O objetivo: ajudar a defender o Golfo da Guiné, cobiçado "por piratas e terroristas".

João Lourenço: Viagem de negócios à Alemanha

Alemanha disponível para cooperar

A Alemanha mostrou-se disponível para apoiar Angola a comprar as embarcações. "Pode ser que, agora, sejam concretizados determinados investimentos do lado angolano, e é claro que aí também ficaremos contentes em estabelecer uma parceria, se a marinha angolana tomar tais decisões de investimento", afirmou a chanceler alemã, Angela Merkel.

João Lourenço: Viagem de negócios à Alemanha

Uma "nova Angola"

Num fórum em que participaram empresários alemães, o Presidente João Lourenço fez publicidade a uma "nova Angola". Lourenço garantiu que o Estado mantém-se firme no combate à corrupção e impunidade e citou ainda reformas em curso para melhorar o ambiente de negócios. Algumas das áreas em que Angola manifestou interesse: energias renováveis, construção de estradas e ferrovias e agricultura.

João Lourenço: Viagem de negócios à Alemanha

Empresários atentos

Os empresários alemães mostram interesse nas oportunidades em Angola e aplaudem as reformas implementadas por João Lourenço, desde que assumiu a Presidência em setembro. No entanto, ainda há desafios para as empresas: "Certamente a corrupção continua a ser um tema, que também o Presidente citou aqui", disse Heinz-Walter Große, da Iniciativa para a África Austral da Economia Alemã.

João Lourenço: Viagem de negócios à Alemanha

João Lourenço satisfeito

Em entrevista à DW, João Lourenço disse que fez mais do que o esperado em Angola: "Eu considero que, em 11 meses, muito foi feito. [Tomou-se] um conjunto de medidas corajosas que uma boa parte das pessoas pensava não ser possível fazer-se neste período inicial de arranque do meu mandato", afirmou.

João Lourenço: Viagem de negócios à Alemanha

Visitas europeias

No último dia da visita à Alemanha (23.08), o Presidente João Lourenço encontrou-se com o homólogo alemão Frank-Walter Steinmeier. Esta foi a primeira visita de Lourenço à Alemanha desde que foi eleito, há um ano. O chefe de Estado fez, no final de maio e início de junho, uma pequena tour pela França e pela Bélgica - visitas dedicadas também à procura de novas parcerias.