As mais belas cidades hanseáticas da Alemanha

As mais belas cidades hanseáticas da Alemanha

Lübeck

Mais rica entra as cidades hanseáticas, por longos anos Lübeck dominou a confederação, sendo apelidada "Rainha da Hansa". Seu centro histórico foi declarado em 1987 Patrimônio Cultural da Unesco. Quase 200 cidades, tanto no litoral dos mares do Norte e Báltico como no interior, integravam a Liga Hanseática. O Museu Hanseático Europeu de Lübeck traça ascensão e ocaso dessa potência comercial.

As mais belas cidades hanseáticas da Alemanha

Hamburgo

Do século 13 ao 15, a Hansa dominava o comércio entre o nordeste e o noroeste da Europa. Hamburgo pertencia desde 1321 à aliança e já possuía seu famoso porto. Hoje, o local atrai verdadeiros enxames de turistas. Todos os anos, no início de maio, cerca de 1 milhão de visitantes festejam o aniversário do Porto de Hamburgo.

As mais belas cidades hanseáticas da Alemanha

Bremen

Os abastados comerciantes de Bremen transportavam suas mercadorias pelo rio Weser até o Mar do Norte, e de lá para todo o mundo. A imponência da burguesia da cidade se mostra sobretudo na Praça do Mercado. Desde 2004 a ricamente decorada prefeitura e a estátua de Roland contam entre os Patrimônios Mundiais da Unesco.

As mais belas cidades hanseáticas da Alemanha

Stralsund

Na costa do Mar Báltico, Stralsund ilustra bem como eram as cidades hanseáticas do século 14, época áurea da liga comercial. A planta baixa de seu núcleo medieval se manteve praticamente inalterada. Entre os antigos armazéns do porto construiu-se o moderno aquário Ozeaneum. O Museu Marítimo permite mergulhar nos mundos submarinos do Mar Báltico e do Norte, assim como no Oceano Atlântico e Ártico.

As mais belas cidades hanseáticas da Alemanha

Wismar

Uma característica especial de Wismar é sua arquitetura de tijolos vermelhos, estilo encontrado sobretudo no Norte de Alemanha e perpetuado em igrejas e diversos edifícios seculares locais. O centro histórico de Wismar, juntamente com o de Stralsund, recebeu em 2002 o status de Patrimônio Cultural da Humanidade.

As mais belas cidades hanseáticas da Alemanha

Rostock

Na época da Liga Hanseática, Rostock era uma das principais praças de troca de mercadorias no litoral do Mar Báltico. Hoje, lá se realiza todos os verões o festival popular Hanse Sail, durante o qual até 250 veleiros tradicionais e navios históricos se dirigem até o porto da cidade e ficam abertos à visitação.

As mais belas cidades hanseáticas da Alemanha

Lüneburg

Situada à margem do rio Ilmenau, na Idade Média Lüneburg era a maior produtora de sal do Norte alemão. Lá ele era extraído, embarcado e transportado, pois o Ilmenau desemboca no rio Elba, e este, no Mar do Norte, depois de 100 quilômetros. O Museu Alemão do Sal de Lüneburg mostra com a extração do produto influenciou a história da cidade.

As mais belas cidades hanseáticas da Alemanha

Korbach

No estado de Hessen, Korbach não se situa nem no litoral nem à margem de um rio. Ainda assim, se associou no século 15 à Hansa devido sua posição favorável, no cruzamento de rotas comerciais importantes. Hoje, um total de 25 cidades da Alemanha ostenta o atributo "hanseática".

O que têm Hamburgo, Rostock e Lübeck em comum? Na Idade Média, elas e quase 200 outras integravam a aliança comercial da Hansa. Ainda hoje se vê nessas cidades como essa confederação era rica e poderosa.

Siga-nos