Em tempos de crise, venezuelanos buscam cura pela bruxaria

Em tempos de crise, venezuelanos buscam cura pela bruxaria

Em caso de urgência, procure um feiticeiro

Eles são chamados de bruxos – e, para muitos venezuelanos, são a única alternativa de tratamento de doenças. A crise no sistema de saúde fez com que muitos não consigam mais pagar tratamentos médicos convencionais. Medicamentos são escassos e extremamente caros. Muitas vezes, pacientes com câncer também não têm acesso à quimioterapia.

Em tempos de crise, venezuelanos buscam cura pela bruxaria

Cura no "consultório espiritual"

Em vez da aparelhagem médica, velas e estátuas: muitos venezuelanos adotaram a medicina alternativa. Num beco da favela de Petare, na região metropolitana de Caracas, dezenas de pacientes vão diariamente a um dos "consultórios espirituais", na esperança de conseguir a cura que não conseguem buscar na medicina convencional.

Em tempos de crise, venezuelanos buscam cura pela bruxaria

"Beco dos bruxos" existe há mais de 50 anos

"El callejón de los brujos", ou "beco dos bruxos", é o nome popular dessa rua na favela de Petare. Há meio século, pacientes de todo o país vêm para cá. O movimento é especialmente grande aos sábados. Curandeiros e bruxos praticam a cura pelas mãos para amenizar o sofrimento dos doentes.

Em tempos de crise, venezuelanos buscam cura pela bruxaria

Sem dinheiro para a cirurgia

Com frequência, os pacientes que vão ao "beco dos bruxos" não têm como arcar com as despesas de um tratamento hospitalar. Seriam obrigados a pagar centenas de dólares do próprio bolso por uma operação. É dinheiro demais para as pessoas na Venezuela, assolada por hiperinflação, fome, criminalidade e escassez de alimentos. Já consultar um curandeiro custa apenas um dólar.

Em tempos de crise, venezuelanos buscam cura pela bruxaria

Questão de fé

Centenas de pessoas esperam diariamente para serem tratadas por um bruxo ou um curandeiro. Os curandeiros apostam em tratamentos baratos: dieta, rituais, toque de mãos. As intervenções espirituais devem "equilibrar a energia do paciente", explica um desses médicos tradicionais.

Em tempos de crise, venezuelanos buscam cura pela bruxaria

Velas para combater doenças

Os mais jovens também recebem tratamentos. "Mas o espírito precisa autorizar o tratamento primeiro", explica um curandeiro. Algumas pessoas também se cadastram para um tratamento convencional, e a excursão pela medicina alternativa serve, entre outras coisas, para encurtar o tempo de espera até o início da terapia no hospital.

Quem fica doente na Venezuela enfrenta vários problemas, como escassez de medicamentos e contas astronômicas. No "beco dos bruxos", na favela de Petare, o tratamento é barato e consiste em toque de mãos e rituais.

Siga-nos