Pesticidas à base de nicotina são nocivos a abelhas, diz estudo

Usados na agricultura, agrotóxicos neonicotinoides podem ser responsáveis pelo declínio da população de abelhas na natureza. Sugestão vem de abrangente pesquisa de campo realizada em três países e publicada na "Science".

À base de nicotina, os pesticidas neonicotinoides são prejudiciais à reprodução e à vida das abelhas, afirmou um abrangente estudo publicado nesta quinta-feira (29/06) na revista científica Science. A população desses insetos polinizadores vem diminuindo de forma preocupante nos últimos anos.

A pesquisa de campo, anunciada como a mais extensiva sobre o tema, foi realizada em uma área total de 2 mil hectares, englobando três países europeus: Reino Unido, Hungria e Alemanha. A intenção era estabelecer os impactos dos pesticidas no "mundo real", e não em simulações em laboratório.

Os cientistas expuseram um grupo de abelhas a campos tratados com os neonicotinoides e um outro grupo a campos livres de pesticidas, e então seguiram esses insetos ao longo de um ano – da primavera de 2015 ao mesmo período do ano seguinte.

Na Hungria e no Reino Unido, a taxa de sobrevivência dos animais expostos ao agrotóxico foi alarmante, afirmou o estudo. Em território húngaro, por exemplo, o número de colônias sobreviventes foi 24% menor nos campos tratados com pesticidas do que nos não tratados.

Na Alemanha, curiosamente, os neonicotinoides não apresentaram efeitos tão nocivos. Segundo os pesquisadores, isso pode ter acontecido porque as abelhas no país são mais saudáveis, há menos doenças que afetam suas colônias, além de sua nutrição ser mais abrangente.

O cientista Richard Pywell, um dos autores do estudo, afirmou que apenas 10% da dieta das abelhas alemãs corresponde às plantas tratadas com os pesticidas, enquanto na Hungria e no Reino Unido essa taxa ultrapassa 50%, o que explica por que elas acabam sendo mais afetadas.

"Após esse novo estudo, continuar afirmando que o uso de neonicotinoides na agricultura não prejudica as abelhas já não é mais uma posição sustentável", opinou, à agência de notícias Reuters, o biólogo David Goulson, da Universidade de Sussex, no Reino Unido. Ele não participou do estudo.

A pesquisa foi financiada pela empresas Bayer, da Alemanha, e Syngenta, da Suíça, ambas fabricantes do pesticida à base de nicotina. Segundo os cientistas, as companhias não tiveram qualquer influência nos resultados publicados na Science nesta quinta-feira.

Há mais de uma década, as populações de abelhas têm apresentado um alarmante declínio, levando a ciência a incansáveis estudos para descobrir os motivos. A queda dessas espécies é preocupante devido à função de polinização que elas exercem, muito necessária para o cultivo de alimentos, por exemplo.

EK/ap/afp/dpa/rtr/ots

Assuntos relacionados

O mês de junho em imagens

Alemanha aprova casamento gay

O Parlamento alemão aprovou o casamento gay no país em votação histórica. Sobre o chamado "casamento para todos", 393 parlamentares votaram a favor da legalização, e 226, contra. Houve quatro abstenções. A chanceler federal alemã, Angela Merkel, votou contra a autorização. A reforma concede direitos matrimoniais completos a casais homossexuais, incluindo o de adotar uma criança. (30/06)

O mês de junho em imagens

Retomada icônica mesquita em Mossul

As forças iraquianas anunciaram que retomaram das mãos do "Estado Islâmico" (EI) a emblemática mesquita Al Nuri, também conhecida como a Grande Mesquita de Mossul, em ruínas desde sua destruição pelos jihadistas. O templo é tido como uma conquista simbólica na luta pelo controle da segunda maior cidade do Iraque – foi no local que o EI proclamou um califado há exatos três anos. (29/06)

O mês de junho em imagens

Ataque com helicóptero na Venezuela

Granadas foram lançadas contra o Supremo Tribunal de Justiça da Venezuela, e tiros foram disparados contra o Ministério do Interior num ataque realizado em Caracas a partir de um helicóptero sequestrado. Não foram registrados feridos. O presidente Nicolás Maduro classificou o incidente como "terrorista e golpista". O governo disse que a aeronave foi furtada por um inspetor da polícia. (28/06)

O mês de junho em imagens

Colômbia e Farc selam entrega de armas

O governo colombiano e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) celebraram a histórica entrega de armas por parte dos ex-guerrilheiros. Cerimônia realizada em antigo bastião do grupo marca o fim da existência das Farc como uma guerrilha armada. Estiveram no ato o líder do grupo, Timochenko, e o presidente colombiano, Juan Manuel Santos. Mais de 7 mil armas foram recolhidas. (27/06)

O mês de junho em imagens

Temer é denunciado ao STF

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, denunciou o presidente Michel Temer ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelo crime de corrupção passiva. É a primeira vez que um presidente da República é denunciado à Corte no exercício do mandato. No documento, Janot acusa Temer de ter recebido vantagem indevida da empresa JBS e pede que presidente seja condenado a pagar 10 milhões de reais. (26/06)

O mês de junho em imagens

Social-democratas reagem

No congresso do Partido Social-Democrata (SPD), Martin Schulz – candidato à chefia de governo, concorrendo com Angela Merkel – citou desafios dos próximos anos na Alemanha: como transformar inovações tecnológicas e econômicas em progresso social, e como assegurar a paz se ela está ameaçada. A legenda apresentou em Dortmund seu programa para as próximas eleições gerais, em setembro. (25/06)

O mês de junho em imagens

A luta em Mossul

Forças iraquianas tomaram do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) dois terços do centro antigo da cidade de Mossul. Autoridades do país esperam declarar vitória na cidade ainda durante oo feriado muçulmano do Eid, que marca o fim do mês de jejuns do Ramadã. A campanha militar se prolonga desde outubro. (24/06)

O mês de junho em imagens

Nova praça de Paris

O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, inaugurou em Paris uma praça em homenagem ao escritor Gabriel García Márquez. A prefeita da capital francesa, Anne Hidalgo, também participou da abertura do espaço dedicado ao colombiano que ganhou o Prêmio Nobel de Literatura em 1982 e faleceu em 2014, no México. (23/06)

O mês de junho em imagens

Pilhas de lixo

Paralisação de funcionários municipais interrompeu coleta de lixo em diversas cidades da Grécia. As áreas turísticas de Atenas estão entre as mais afetadas. Outras regiões, como Tessalônica e a ilha de Corfu, também foram afetadas. Em meio a temperaturas acima dos 30ºC, o lixo acumulado nas ruas exala um cheiro forte, incomodando pedestres e turistas. (22/06)

O mês de junho em imagens

O chapéu "pró-UE" da rainha

A rainha Elizabeth 2ª abriu as sessões do Parlamento britânico com um discurso sobre o Brexit. Mas, talvez o que tenha gerado maior repercussão foi a escolha do chapéu utilizado pela monarca, que, na opinião de muitos, se assemelhava à bandeira da União Europeia (UE). Na internet, muitos especularam com memes bem-humorados sobre uma possível "mensagen subliminar" enviada pela rainha. (21/06)

O mês de junho em imagens

Novo herdeiro

O rei da Arábia Saudita, Salman bin Abdulaziz al-Saud, decretou a nomeação do seu filho Mohammed bin Salman, de 31 anos, como novo príncipe herdeiro, em substituição ao seu sobrinho Mohammed bin Nayef. A decisão confirma a rápida ascensão de um príncipe que viu seus poderes aumentarem desde que seu pai chegou ao trono, em janeiro de 2015. (21/06)

O mês de junho em imagens

Ministra francesa renuncia

A ministra francesa da Defesa, Sylvie Goulard, renunciou em meio a um escândalo envolvendo seu partido, o Movimento Democrático. Goulard, que foi eurodeputada de 2009 a maio, disse que não poderia permanecer no governo por poder vir a ser alvo de investigação. Seu partido é investigado pelo suposto uso abusivo de recursos do Parlamento Europeu na contratação de assistentes fictícios. (20/06)

O mês de junho em imagens

Atropelamento em Londres

Um homem morreu e dez pessoas ficaram feridas depois que uma van avançou contra fiéis que saíam de uma mesquita em Londres, afirmou a Polícia Metropolitana da capital britânica. O incidente ocorreu pouco depois da meia-noite perto da mesquita de Finsbury Park. Segundo a polícia, trata-se de um ato deliberado contra muçulmanos que está sendo tratado como atentado terrorista. (19/06)

O mês de junho em imagens

Maioria parlamentar para Macron na França

A aliança do presidente francês Emmanuel Macron foi a grande vencedora das eleições legislativas, conquistando a maioria absoluta no Parlamento. Segundo dados oficiais, o partido centrista República em Marcha!, junto com o aliado Movimento Democrático (MoDem), garantiu mais de 300 assentos dos 577 da Assembleia Nacional – eram necessários 289 para conquistar a maioria parlamentar. (18/06)

O mês de junho em imagens

Rainha fala em "ânimo sombrio"

Na festa oficial de seu aniversário, a rainha Elizabeth 2ª pediu um minuto de silêncio no Palácio de Buckingham em homenagem às vítimas do incêndio em Londres, que matou ao menos 30 pessoas. Em comunicado, ela admite que é difícil evitar o ânimo "sombrio" que o Reino Unido vive após as tragédias que sofreu neste ano, que incluem ainda os atentados terroristas em Manchester e Londres. (17/06)

O mês de junho em imagens

Morre Helmut Kohl

Morreu, aos 87 anos, o ex-chanceler federal Helmut Kohl, que governou a Alemanha ao longo de 16 anos, mais do que qualquer outro político. Conhecido como o pai da Reunificação alemã, Kohl estava há anos com a saúde debilitada. Desde 2008, dependia de uma cadeira de rodas para se locomover, depois de sofrer um traumatismo cranioencefálico em decorrência de uma queda. (16/06)

O mês de junho em imagens

"Linha Direta" com Vladimir Putin

No programa de televisão realizado anualmente, o presidente russo responde ao vivo perguntas de cidadãos, feitas através do telefone ou por mensagens de vídeo ou texto. Na edição deste ano, o chefe do Kremlin ironizou o ex-diretor do FBI James Comey, dizendo estar disposto a lhe dar asilo politico, caso o americano se sinta perseguido pela Justiça dos Estados Unidos. (15/06)

O mês de junho em imagens

Incêndio em edifício em Londres

Um incêndio num prédio residencial de 24 andares no oeste de Londres deixou ao menos 12 mortos e mais de 70 feridos. As chamas tomaram o edifício Grenfell Tower, com cerca de 120 apartamentos populares. Um grupo de moradores vinha advertindo repetidamente as autoridades sobre o risco de incêndio no prédio, particularmente devido ao lixo acumulado durante uma reforma recente. (14/06)

O mês de junho em imagens

Sessions nega conluio com russos

Em depoimento ao Comitê de Inteligência do Senado, o procurador-geral dos Estados Unidos, Jeff Sessions, contestou as acusações de que ele teria participado de um conluio com a Rússia para interferir nas eleições americanas. O ex-senador negou ter mantido reuniões com autoridades em Moscou sobre o processo eleitoral do ano passado, alegações que, segundo ele, são "falsas e difamatórias". (13/06)

O mês de junho em imagens

Centenas de detidos em protestos na Rússia

Russos foram às ruas em várias cidades do país contra a corrupção no governo Putin, em segunda onda de manifestações convocadas pela oposição. Na tentativa de desarticular os protestos, governo detém mais de 1,5 mil pessoas durante os atos, incluindo o líder opositor Alexei Navalny, organizador das manifestações e possível candidato ao Kremlin. Ele foi condenado a 30 dias de prisão. (12/06)

O mês de junho em imagens

Macron vence "terceiro turno"

Pleito legislativo tem importância crucial para novo presidente francês. Seu movimento necessita maioria absoluta para promover as reformas prometidas durante a campanha eleitoral, inclusive a da lei trabalhista.No primeiro turno, vitória de Emmanuel Macron parece sólida: apesar de maior abstenção eleitoral em 60 anos, sondagens conferem ao LREM até 445 dos 577 assentos no Parlamento. (11/06)

O mês de junho em imagens

Adeus, Batman

Adam West ganhou fama internacional encarnando o super-herói no clássico seriado de TV dos anos 1960. Ator americano morreu em Los Angeles aos 88 anos, após breve batalha contra a leucemia. Seu sucesso como Homem-Morcego dificultou as chances de emplacar outros grandes papéis. No cinema, atuou em "O moço da Filadélfia" e "Robinson Crusoé em Marte". (10/06)

O mês de junho em imagens

Revés no Reino Unido

Apesar de ter ficado à frente nas eleições gerais, o Partido Conservador, da primeira-ministra britânica, Theresa May, perdeu a maioria absoluta no Parlamento. O partido de May ficou com 315 assentos. O resultado gera incerteza sobre a estabilidade de seu governo, a menos de duas semanas do início das negociações do Brexit. (09/06)

O mês de junho em imagens

Depoimento de Comey

No depoimento à Comissão de Inteligência do Senado americano, o ex-diretor do FBI James Comey acusou a Casa Branca de mentir em relação aos motivos de sua demissão, em maio, e de difamá-lo. O ex-diretor afirmou que acredita que sua demissão ocorreu devido à forma como comandava a investigação sobre a interferência da Rússia nas eleições de 2016 e pela pressão do caso sobre Donald Trump. (08/06)

O mês de junho em imagens

Atentados no Irã

Ao menos 12 pessoas morreram e 42 ficaram feridas em dois ataques simultâneos na capital iraniana, Teerã. Quatro homens armados entraram no edifício do Parlamento e fizeram reféns. Pouco depois, outro homem-bomba detonou seus explosivos no mausoléu do aiatolá Khomeini, e um segundo agressor foi morto a tiros no local. O grupo extremista EI assumiu a responsabilidade pelos dois atentados. (07/06)

O mês de junho em imagens

Mais um integrante

Montenegro se tornou oficialmente o 29º Estado-membro da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), durante uma cerimônia em Washington. Os EUA foram um dos 12 membros fundadores da entidade, em 1949. O Kremlin criticou a decisão, afirmando que tal medida inflamaria as tensões regionais. A influência da Rússia diminuiu na Europa Oriental à medida que mais países se juntaram à Otan. (06/06)

O mês de junho em imagens

Catar isolado

Os governos da Arábia Saudita, Bahrein, Emirados Árabes Unidos, Egito e Iêmen decidiram romper relações diplomáticas com o Catar alegando que o país apoia o terrorismo. O isolamento do país do Golfo terá sério impacto na economia. Após o anúncio, ações do país no mercado internacional caíram cerca de 7%. (05/06)

O mês de junho em imagens

Londres volta a ser atacada

Capital britânica foi palco de terceiro ataque terrorista no Reino Unido em menos de três meses. Três homens em uma van avançaram contra pedestres na Ponte de Londres e, na sequência, esfaquearam frequentadores do Borough Market. Sete pessoas foram mortas e 48 ficaram feridas. Os agressores foram mortos pela polícia (04/06).

O mês de junho em imagens

Novos ataque em Cabul

Ao menos 20 pessoas morreram e 119 ficaram feridas na capital afegã após três explosões ocorridas perto do funeral de um dos mortos em confrontos entre as forças de segurança e manifestantes na sexta-feira. O protesto foi uma demonstração contra o sangrento atentado de quarta, que deixou 90 mortos e 463 feridos. O ministro da Saúde afegão está entre os feridos. (03/06)

O mês de junho em imagens

Primeira denúncia contra Aécio

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, denunciou ao STF o senador afastado Aécio Neves pelos crimes de corrupção passiva e obstrução da Justiça. O tucano é acusado de ter pedido 2 milhões de reais ao empresário Joesley Batista, da JBS. A denúncia também envolve a irmã de Aécio, Andrea Neves; o primo, Frederico Pacheco; e Mendherson Souza Lima, ex-assessor do senador Zeze Perrela. (02/06)

O mês de junho em imagens

EUA anunciam saída do Acordo de Paris

O presidente americano, Donald Trump, decidiu retirar os Estados Unidos do Acordo de Paris. Assinado em 2015 por quase 200 países, o tratado prevê a redução das emissões de gases do efeito estufa para frear o aquecimento global. Trump justificou que o pacto oferece a outros países uma vantagem injusta sobre a indústria americana e destrói empregos em seu país. "O acordo pune os EUA." (01/06)

Conteúdo relacionado

Siga-nos